Baleia Azul, o jogo de desafios que estimula o suicídio de jovens

Home / Pedofilia / Baleia Azul, o jogo de desafios que estimula o suicídio de jovens

Nos últimos dias um assunto preocupante para pais, professores e toda a sociedade surgiu: Baleia-Azul, jogo “disputado” nas redes sociais que propõe ao jogador 50 desafios perigosos, passando por automutilação e levando até o suicídio.

Os desafios são diários, enviados à vítima por um “curador”. Há desde tarefas simples até outras muito mórbidas. Como desafio final, o jogador deve se matar. O conjunto de tarefas – e o desafio final, claro, tornou-se uma grande preocupação para autoridades de diferentes países.

A origem do jogo não é conhecida, mas os primeiros relatos surgiram na Rússia. Em fevereiro, duas adolescentes se jogaram do alto de um prédio de 14 andares em Irkutsk, na região da Sibéria. Segundo investigações, Yulia Konstantinova, de 15 anos, e Veronika Volkova, de 16, se suicidaram depois de percorrer as 50 tarefas enviadas. Em sua página no Facebook, Yulia tinha compartilhado a imagem de uma baleia azul.

A delegada Fernanda Fernandes, da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) do Rio, está traçando o perfil dos participantes da ‘Baleia Azul’. Segundo ela, os convidados a entrar no jogo são adolescentes que têm, em média, de 12 a 14 anos, e com tendência à depressão. A maioria resiste em sair do jogo por temer ameaças dos administradores.

Portanto, fique muito atento às crianças e adolescentes que estão à sua volta. O principal alvo são adolescentes que apresentam traços depressivos.

Via O Globo.