Instituto ABIHPEC patrocina o projeto Beleza Negra, com foco no empreendedorismo e na diversidade

Home / Beleza Negra / Instituto ABIHPEC patrocina o projeto Beleza Negra, com foco no empreendedorismo e na diversidade

Instituto ABIHPEC patrocina o projeto Beleza Negra, com foco no empreendedorismo e na diversidade


Crédito imagens: Fabrício Oliveira

Iniciativa visa mostrar o apoio do setor de Higiene Pessoal Perfumaria e Cosméticos ao projeto

O presidente do Instituto ABIHPEC, Claudio Viggiani, participou no último dia 12 de agosto, do evento de abertura do Projeto Beleza Negra, que aconteceu na Secretaria de Justiça e Cidadania de São Paulo.

O projeto tem como foco a formação de empreendedores, proprietários de salão de beleza afrodescendentes, que ofereçam serviços para pessoas da raça negra. Nasceu da iniciativa do Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra de São Paulo, do Comitê de Responsabilidade Social da FIESP – CORES, do SEBRAE e do Instituto ABIHPEC.

Para Viggiani, o envolvimento do Instituto ABIHPEC neste projeto é de extrema importância por dois motivos: visar a formação para a empregabilidade e empreendedorismo dos indivíduos – um dos pilares do Instituto –, e a inclusão da diversidade no mercado de trabalho, necessária para garantir igualdade de oportunidades na sociedade.

Seu principal objetivo é maximizar a qualidade dos profissionais, dos empreendedores e das organizações prestadoras de serviços, assim como gerar efetivo crescimento de negócios e resultados para as indústrias de cosméticos para a beleza negra, com um empresário mais qualificado e competitivo. Dessa forma, o projeto também se propõe a mostrar a beleza e a importância da diversidade da raça negra. Para Ivan Lima, Presidente do Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra, um projeto como o Beleza Negra é imprescindível. “Principalmente pela oportunidade de desenvolvimento econômico e empreendedorismo afro. Sobretudo para as mulheres negras, pois visa a redução das desigualdades, afirma.

O curso, ministrado pelo SEBRAE, é formado por 8 módulos e carga horária de 46 horas, com duração aproximada de 6 meses. Será 100% gratuito e presencial e no seu programa abordará temas como legislação, ética pessoal e profissional, gestão financeira, marketing e inovação.

Para Alessandro Lima, gerente regional do Sebrae, o principal objetivo do Beleza Negra é a importância de empoderar os profissionais do segmento de beleza e estética. Ajudando-os a se tornarem protagonistas de sua própria história.

O curso já está com 62 alunos inscritos, sendo 40 participantes de São Paulo e 22 da cidade de Araraquara. A aula inaugural em São Paulo, contou com a participação de Elaine Gerchon, Gerente de Inteligência de Mercado da ABIHPEC, que abordou temas do Caderno de Tendências do setor.

Crédito imagens: Fabrício Oliveira

*Clique nas imagens para ampliar