Ela aprendeu a tirar o melhor de si no momento mais difícil de sua vida

Home / De Bem com Você - A Beleza Contra o Câncer / Ela aprendeu a tirar o melhor de si no momento mais difícil de sua vida

Ela aprendeu a tirar o melhor de si no momento mais difícil de sua vida

Alcançar a última sessão de quimioterapia em um tratamento oncológico é sempre motivo para comemorar, e é justamente nesse momento que Letícia Valdissera Salgado se encontra. Aos 26 anos, a paulistana viveu uma luta contra o linfoma com muita garra e ânimo. Durante o tratamento, compartilhou essa delicada fase com o mundo por meio de seu Instagram (@leticia.vsalgado) a fim de ajudar e inspirar outras mulheres na mesma situação. Hoje, ela sai vitoriosa e nos conta um pouco de sua trajetória até aqui:

Como foi o processo de descoberta do linfoma?

Em fevereiro deste ano fui ao médico após notar minha barriga muito inchada, pensei que pudesse ser alguma intolerância alimentar. Quando a médica tocou o local, percebeu a presença de uma massa e solicitou minha internação para realizar exames complementares. Precisei fazer uma laparotomia exploradora e retirar o ovário direito. Ainda internada, fiz uma tomografia de tórax que acusou uma massa no mediastino. Foi realizada a biópsia e imunohistoquímica, que confirmou o diagnóstico: linfoma não Hodgkin.

O que mudou em sua rotina?

Precisei me afastar do trabalho e da faculdade de estética para focar totalmente no tratamento. As visitas ao hospital tornaram-se frequentes, pois eu fazia a quimioterapia internada – recebia a medicação por 5 dias. Quando tinha alta e voltava para casa, ainda tinha de retornar diariamente para realizar exames de sangue e laser terapia.

De onde você tirou esse astral maravilhoso para um momento tão delicado da vida?

Eu sempre fui uma pessoa muito alegre. Quando descobri a doença, pensei: “Vai ser difícil, e eu tenho duas formas de lidar com esta situação: me colocar na posição de vítima, sofrer e me lamentar ou tentar extrair o máximo de coisas boas”. Felizmente escolhi a segunda opção!

Qual estágio do tratamento você se encontra hoje?

Faço o tratamento na Beneficência Portuguesa e acabei meu último ciclo de quimioterapia há 10 dias. Daqui um mês farei mais um exame de imagem. Se tudo estiver certo (com certeza estará!), acabou o tratamento! Precisarei acompanhar frequentemente com o hematologista, mas não terá nenhuma outra etapa a ser feita.

Como surgiu a ideia de falar sobre essa fase no Instagram?

Quando eu comecei a fazer faculdade de estética, criei um Instagram para abordar assuntos relacionados. Em fevereiro, após o início do tratamento, precisei parar a faculdade temporariamente e, com isso, não teria assunto para postar. Tive a ideia de usar a rede social para ajudar outras mulheres em quimioterapia, dando dicas de amarrações de lenços e maquiagem. Acabei fazendo amizades e conversando com muita gente em tratamento!

Você fala muito sobre maquiagem em suas postagens. Como você enxerga o papel que ela desempenha na autoestima da mulher durante o tratamento?

Eu sempre amei maquiagem, isso vem desde criança. Acho incrível o poder que a maquiagem tem de realçar nossa beleza. Além da queda do cabelo, perdemos sobrancelhas e cílios, a pele fica pálida e manchada. As técnicas de maquiagem nos ajudam a melhorar aquilo que nos incomoda, trazendo mais confiança e alegria. É uma ótima aliada!

Você também tem vídeos tutoriais de amarrações em lenços inspirados em personagens fictícios. Como surgiu a ideia?

Todo mundo me pergunta isso e eu não sei responder! Foi do nada. Estava deitada e veio a imagem da princesa Elsa na minha cabeça. Levantei na hora, peguei um lenço branco no armário e fiz a amarração. Mandei uma foto para o meu namorado perguntando quem eu parecia. Ele disse Jasmine – mas detalhe: a Jasmine tem cabelo preto. Quando ele falou isso, pensei em recriar a Jasmine também. E assim fui seguindo.

Como você conheceu o De Bem Com Você e o que te motiva a ser uma de nossas voluntárias?

Conheci por meio da Flávia Flores. Eu me inscrevi no curso uma vez, que teve inclusive a participação do Agustin Fernandez. Mas eu estava na época pós quimioterapia e não pude comparecer. Quero muito ser voluntária para levar autoestima e bem-estar a mais mulheres!

Conversar
1
Olá! Clique na setinha abaixo para falar com a gente pelo Whatsapp!
Powered by